quarta-feira, 28 de fevereiro de 2007

Os livros são janelas


Vi um livro no lixo e arrepiei-me pensando que há livros que nascem mortos. Pode-se viver sem ler? Quem não lê não entra no rio da história e quem lê é como o mar onde desaguam muitos rios. Comprar um livro é sempre como a primeira vez, como quem marca um encontro para receber uma confidência. Uma casa sem livros está desabitada, é uma pensão... Os livros são janelas. Hoje vou abrir uma delas.

(Padre) Vasco Pinto de Magalhães, in 'Não Há Soluções, Há Caminhos'.


31 Janeiro 2006

Um comentário:

snowman disse...

Gosto muito do teu blog. Fico feliz por saber que a tua sensibilidade para o mundo, e principalmente para as pessoas que o habitam, apenas tem vindo a crescer em ti. Faz bem á alma ler palavras tão sentidas como as que escreves aqui. Sem dúvida um maravilhoso escape ao mundo analítico em que vivemos e que encaramos no dia a dia.
Um Beijo!

Visitantes: